Blog

As extensões de cílios vem conquistando cada vez mais o público feminino, pela sua praticidade e beleza, proporcionando um olhar marcante, com maior curvatura e volume sem deixar com aspecto pesado ou artificial.

 

Os primeiros cílios artificiais documentados, surgiram em 1911, por Anna Taylor, nos EUA. Era um tecido com fios minúsculos nas pontas, em formato côncavo, implantado através de uma fita adesiva.

 

Mas a extensão de cílios surgiu na Ásia e há 10 anos a ideia se popularizou nos EUA. No Brasil a técnica ganhou proporção nos últimos 5 anos. Os fios sintéticos são aplicados um a um junto aos cílios naturais, com cola específica, após uma análise minuciosa, onde se verifica a estrutura e a saúde dos fios da cliente.

 

A procura pelo procedimento tem feito com que mais profissionais se dediquem a essa técnica, buscando cada vez mais por especializações. Os tipos de alongamento variam e são escolhidos de acordo com a preferência da cliente, observando-se sempre as técnicas de visagismo.

 

Entre as opções disponíveis estão a extensão fio a fio e o volume russo.

 

Na Extensão de cílios Fio a fio, os fios sintéticos são colados um a um, em cada cílio natural, tendo o cuidado de fazer um isolamento totalmente seguro para que a extensão não atrapalhe o crescimento dos naturais. Esta técnica é a que proporciona o efeito mais Clássico e discreto.

 

A técnica de Extensão de Cílios Volume Russo, cria um efeito muito mais cheio, por colocarmos vários cílios em forma de leque ou bouquê, em cada cílio natural, possibilitando um olhar mais preenchido do que os tradicionais cílios clássicos. Estes leques são feitos com fios mais leves e são chamados Fans. Dentro do Volume Russo temos a técnica Híbrida (a mescla das duas técnicas) e o Mega Volume, onde cria-se um efeito dramático.

 

Quanto uma profissional extensionista de cílios pode cobrar em média?

Em média, as extensões variam de R$ 180,00 a R$500,00 e a manutenção varia dependendo do tempo de retorno.

 

Qual a durabilidade da extensão de cílios?

A durabilidade é de aproximadamente 2 meses, desde que sejam realizadas manutenções a cada 15 ou 20 dias.

Para o procedimento durar mais tempo, deve-se evitar esfregar muito a região, recomendamos que nas primeiras 12h não sejam molhadas e não aplicar a máscara de cílios. Além disso deve ser feita a higienização diariamente para que não acumulem sujidades e os fios mantenham-se alinhados.

 

Quais são as contraindicações?

O alongamento de cílios não é recomendado para pessoas que tenham blefarite, ou que não estejam com os cílios saudáveis, pacientes em quimioterapia ou que têm alguma alergia aos componentes da cola.

 

Se você deseja uma nova profissão ou se já é extensionista de cílios e quer se aprofundar nas técnicas, entender mais sobre o visagismo, shapes e mapings, precificação e muitos mais, na Escola Belart você tem à disposição os cursos de Extensão de Cílios Fio a fio clássico e o Volume Russo.

 

Curso Extensão de Cílios Fio a Fios: http://bit.ly/CursoFioaFioBelart

Curso Extensão de Cílios Volume Russo: http://bit.ly/CursoVolumeRussoBelart

 

Ambos com o objetivo de formar profissionais para atendimento personalizado de extensão de cílios, atuando com segurança e destreza no mapeamento e execução. E ainda, desenvolver habilidades no visagismo para o mapeamento dos fios e escolha da técnica mais adequada conforme as linhas do rosto e formato dos olhos. 

Espero te ver dentro de sala de aula, abraços!

 

Por Núbia Moll, Extensionista de Cílios by Borboleta Beauty. Esteticista facial e Manicure com formação Escola Bel'Art e Responsável Técnica na Loja D&D pela áreas de Cílios e Unhas, Instrutora na Escola Bel'Art nos segmentos de Cílios e Unhas.

Voltar


Entre para nossa lista VIP e fique por dentro das novidades da @belartescola