Blog

A extensão de cílios é um procedimento de beleza no qual fios sintéticos são colados, um a um, aos cílios naturais. A cada dia surgem novos produtos e técnicas.

 

Mas, caso não seja feito corretamente, esse procedimento pode causar danos como alergias, irritações e até problemas oculares mais sérios.

 

Em qualquer tratamento estético existem riscos, então é importante que o consumidor esteja seguro da escolha do profissional que vai aplicar os fios. Por isto é imprescindível que salões de beleza, clínicas de estética ou mesmo profissionais independentes que fazem o atendimento home care estejam bem preparados, com a formação adequada.

 

Alguns danos acarretados por procedimentos incorretos:

 

Ceratoconjuntivite: é uma inflamação do olho, geralmente causada por uma bactéria que afeta a conjuntiva e a córnea, gerando sintomas como vermelhidão dos olhos, sensibilidade à luz e a sensação de areia nos olhos. Por isto a importância e higienização correta da região ocular e dos instrumentais. A ceratoconjuntivite também pode ser alérgica (por defesa do sistema imunológico) ou seca (por falta de produção da lágrima). Neste caso não tem relação com o procedimento.

 


Blefarite: é uma inflamação das pálpebras. Uma doença ocular muito comum que afeta a borda das pálpebras e os folículos dos cílios. Pode ser causada por excesso de olosidade, má higiene ou obstrução dos folículos.

 

Esclerite: é a inflamação da esclera (parte branca do olho, camada protetora do globo ocular composta por fibras de colágeno). O trauma ocular, ou corpos estranhos no olho podem também estar na origem do desenvolvimento da esclerite. Portanto é imprescindível o cuidado na colocação dos PADS.


Outro cuidado é na remoção dos cílios. Alguns removedores são irritativos. Também é importante ter muita cautela para evitar a quebra dos fios naturais.

 

Outras causas para o surgimento das moléstias oculares também são possíveis, tais como feridas que surgem em função da fixação de fitas adesivas nas pálpebras ou da pressão demasiada aplicada sobre o olho durante ao procedimento.

 

Para quem usa lentes de contato a atenção deve ser redobrada. Devido à sensibilidade da córnea, podem haver lesões. Por isto recomenda-se sempre tirar as lentes no momento da aplicação dos cílios.


Para que a extensão de cílios seja feita de uma maneira minimamente segura, além da escolha do profissional capacitado é preciso, do ponto de vista da higiene, a desinfecção e esterilização de todos os dispositivos que entram em contato com os olhos, observar a qualidade e validade dos produtos utilizados. Qualquer sinal de alteração recomenda-se procurar um médico oftalmologista imediatamente.

 

Se você gostou deste artigo e quer saber mais sobre as maiores tendências da extensão de cílios, você não pode deixar de ler meu outro artigo aqui do blog. Basta clicar aqui para ler.

 

Por Núbia Moll, Extensionista de Cílios by Borboleta Beauty. Esteticista facial e Manicure com formação Escola Bel'Art e Responsável Técnica na Loja D&D pela áreas de Cílios e Unhas, Instrutora na Escola Bel'Art nos segmentos de Cílios e Unhas.

Voltar


Entre para nossa lista VIP e fique por dentro das novidades da @belartescola